Responsive image

julho 10, 2016

Mulher de 30

Postado por Erica

Bom dia, Mulherzinhas!
Que tal hoje um papo de mulher?  De mulher de 30 anos?

O que acontece com a mulher quando ela chega aos 30?  Algumas coisas nós já sabemos logo de cara como a perda de colágeno e a dificuldade aumentada de perder um grama.  A pressão social é enorme!  Se você ainda não casou ou teve filhos, você sentirá isso na pele, diretamente. Mas será que é só isso?
Claro que não.  Aos 30 anos, ou por volta dos 30, muitas coisas acontecem com o organismo, com nossa forma de pensar e também com o psicológico.  O organismo encontra seu auge tanto mental, física quanto sexual.  Por isso muitas mulheres passam pela famosa “crise dos 30”.  É claro que isso não é uma regra, mas se você está nessa fase é bem provável que se identifique com algum dos itens abaixo.
Mudanças físicas:
  • É normal a mulher aumentar de peso nessa fase, também é normal demorar mais tempo para perder um quilo.
  • Bebedeira – quando vamos naquela festa badalada ou no barzinho com as amigas já pensamos 300 vezes antes de encher a cara pq sabemos que os resultados serão desastrosos.
  • Também é normal o aumento do fluxo menstrual nessa fase, por isso a importância de manter o acompanhamento ginecológico.
  • Se você tem histórico alto de câncer na família, é agora que começam os exames, não necessariamente a momografia, mas é provável que seu médico peça exames mais técnicos.
  • Se prepare para viver com problemas hormonais, isso não é um problema se você se cuida, mas se é daquelas que foge do médico…então terás problemas sim.
  • O metabolismo fica mais lento, por isso tomamos maior cuidado com a alimentação, afinal, sabemos como ficou difícil perder a pizza do domingo rsrsrs
  • Cabelos brancos – se você nunca coloriu os cabelos começará a pensar seriamente em fazê-lo, pq aqueles fios brancos que só você vê estão aparecendo sim!
  • Varizes – anticoncepcionais, salto alto, calças apertadas demais….sim, isso dá varizes e só descobrimos depois dos 30 rsrs
  • Dores – sim, você sentira dores que antes nem imaginava que existiam.  Isso não quer dizer que viramos uma maria das dores, somente que precisamos nos cuidar mais do que antes.
  • Rugas, flacidez, marcas de expressão…se você ainda não sabia o significado dessas palavras começa a sentir na pele e no corpo o peso de cada uma delas rsrs
  • Sabe aquele creme que ficava encostado no seu quarto? Ou aquele protetor solar que venceu e você não usou?  Isso nunca mais acontecerá rsrs
Mudanças econômicas
  • Consciência econômica – pensamos 10 vezes antes de gastar no cartão de crédito pq sabemos a importância de não estourá-lo.  Eu, por exemplo, mantenho uma planilha com todos os meus gastos e de maneira nenhuma estouro.
  • Começamos a pensar no futuro, na possibilidade de guardar dinheiro, de fazer uma previdência, de comprar aquele AP e de não gastar tanto com coisas supérfluas.
  • É melhor pagar caro em um bom antirrugas do que em sapato que usarei uma vez rsrs
Mudanças na forma de pensar
  • Conforto e praticidade – adoramos nos arrumar, mas agora prezamos pelo conforto e praticidade, isso não quer dizer que só usaremos sapatilhas e chinelos para o resto da vida, isso quer dizer que quando escolhemos uma peça de roupa ou sapato pensamos: precisarei me apertar toda para usar?…meus pés vão inchar, será que esse sapato aguenta?…eu posso combinar com quais peças no meu guarda roupas?
  • Descobrimos que vida louca não é passar a noite bebendo no bar…vida louca é se jogar em uma viagem com as amigas…é passar um fds com os sobrinhos…é pagar aquele almoço de domingo para os seus pais…é passar o fds de pijama lendo ou assistindo uma coisa legal…
  • Descobrimos que acadêmia não é passeio, aprendemos o valor de cada agachamento rsrs
O mais importante quando chegamos aos 30 é não nos desesperarmos (como eu já vi muita mulher por aí fazendo), precisamos lembrar que tudo tem seu tempo e se lutamos por algo ele chegará no momento certo.
Não somos menos bonitas, menos poderosas, menos simpáticas….pelo contrário, temos experiência para superarmos qualquer obstáculo, e só seremos realmente mulheres poderosas quando entendermos isso.
Não precisamos provar nada para ninguém, nosso único dever é sermos felizes e plenas.  E eu posso garantir que aos 30 isso é bem mais fácil do que quando tinha 20 anos.
Os 30 anos é considerado por muitos especialistas como o ápice da beleza feminina!  Então viva e aproveite essa beleza em todos os sentidos!

Tags: , , ,

outubro 19, 2015

Outubro Rosa

Postado por Erica

Bom dia, Mulherzinhas!

Quem me acompanha sabe que estou fazendo um especial #outubrorosa no Instagram e na Fanpage Mulherzinhas S/A com muitas dicas e informações.  Agora, chegou a vez do blog!  palmas rsrs 

Acho que todas, ou a maioria das mulheres, sabe qual a história desse tal Outubro Rosa. Mas para quem ainda não sabe, aí vai.
O movimento popular internacionalmente conhecido como Outubro Rosa é comemorado em todo o mundo. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades. Este movimento começou nos Estados Unidos, onde vários Estados tinham ações isoladas referente ao câncer de mama e ou mamografia no mês de outubro, posteriormente com a aprovação do Congresso Americano o mês de Outubro se tornou o mês nacional (americano) de prevenção do câncer de mama.
A história do Outubro Rosa remonta à última década do século 20, quando o laço cor-de-rosa, foi lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure e distribuído aos participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York, em 1990 e, desde então, promovida anualmente na cidade (www.komen.org).
Em 1997, entidades das cidades de Yuba e Lodi nos Estados Unidos, começaram efetivamente a comemorar e fomentar ações voltadas a prevenção do câncer de mama, denominando como Outubro Rosa. Todas ações eram e são até hoje direcionadas a conscientização da prevenção pelo diagnóstico precoce. Para sensibilizar a população inicialmente as cidades se enfeitavam com os laços rosas, principalmente nos locais públicos, depois surgiram outras ações como corridas, desfile de modas com sobreviventes (de câncer de mama), partidas de boliche e etc. (www.pink-october.org).
A ação de iluminar de rosa monumentos, prédios públicos, pontes, teatros e etc. surgiu posteriormente, e não há uma informação oficial, de como, quando e onde foi efetuada a primeira iluminação. O importante é que foi uma forma prática para que o Outubro Rosa tivesse uma expansão cada vez mais abrangente para a população e que, principalmente, pudesse ser replicada em qualquer lugar, bastando apenas adequar a iluminação já existente.
A popularidade do Outubro Rosa alcançou o mundo de forma bonita, elegante e feminina, motivando e unindo diversos povos em em torno de tão nobre causa. Isso faz que a iluminação em rosa assuma importante papel, pois tornou-se uma leitura visual, compreendida em qualquer lugar no mundo.

Nós, blogueiras e youtubers, somos produtoras de conteúdo e disseminadoras de informações, logo, temos a obrigação de tentar engajar nossas leitoras em projetos desse tipo.  Então, decidi trazer para vocês dois exemplos de pessoas que decidiram dividir conosco informações sobre o assunto.

O primeiro post é da Thaís Lira do Blog Ponto da Lira (clique e conheça) e foi escrito para a loja LINDAELLA.(clique e acesse).
Vale a pena ler 🙂 e ainda tem um vídeo para você aprender direitinho como se faz o autoxame das mamas com a Dra Miya.
“O movimento é tão forte, que o “Pink October” faz parte do calendário nacional dos americanos. E foi todo esse apoio, que fez com que a ideia se espalhasse por todo o mundo.”
Leia todo o texto: http://www.lindaella.com.br/blog/?p=139


O segundo compartilhamento é da Raissa do canal Raissa Matioli (clique e conheça) e do Blog Descomplicando Cosméticos (clique e conheça). A Raissa é formada em farmácia e também é cosmetóloga, e o vídeo está bem explicadinho 🙂
Só uma curiosidade, o TCC da Raissa foi sobre o câncer de mama, então ela tem “bagagem” para falar sobre o assunto:)

Tags: , ,

agosto 4, 2014

Lugar de mulher não é no fogão

Postado por Erica

Enfrentando diversas discriminações e adaptações em relação aos “afazeres puramente femininos”, como cuidar de casa e da família, a mulher conseguiu superar suas dificuldades e ainda administrar seu tempo a favor de suas atividades, para que as questões familiares não entrem em conflito com questões profissionais e sociais.
A mulher ainda é alvo de grande discriminação por aqueles que ainda acreditam que “lugar de mulher é no fogão” e por isso enfrenta o grande desafio de mostrar que apesar de frágil é ainda forte, ousada e firme na tomada de decisões, quando necessário.

Tags: , ,

agosto 4, 2014

Mulheres Fortes

Postado por Erica

Bom dia, Mulherzinhas!

A mulher tem marcado as últimas décadas mostrando que competência no trabalho também é um grande marco feminino.
Apesar de ser taxada como sexo frágil, a mulher tem se mostrado forte o bastante para encarar os desafios propostos pelo mercado de trabalho com convicção e disposição.
A fragilidade da mulher, ou melhor, a sensibilidade da mulher, tem grande colaboração nas influências humanas que se tenta propagar na atualidade, pois, como se sabe, o mundo passa por transformações rápidas e desastrosas que precisam de mudanças imediatas.
A mulher consegue transmitir a importante e dura tarefa de mudar hábitos com a clareza e a delicadeza necessária para despertar o envolvimento de cada indivíduo e a importância da mudança de cada um.

Tags: , , ,