Responsive image

novembro 10, 2017

Vamos falar de bolo

Postado por Erica

Bom dia!  Hoje o post está recheado de fotos, e já que é sexta Vamos falar de bolo!  Vamos falar de coisa boa e de coisa gostosa!

Vcs sabiam que existem 3 tipos de massa principais e mais usados?

Pão de ló

É o mais conhecido e o mais usado, essa massa é feita de ovos batidos (claras em neve), açúcar e farinha de trigo. PONTO, não vai emulsificante, fermento dentre outras coisinhas mais.

Essa massa cresce pelo processo mecânico, por usar claras batidas, quando submetemos essa massa ao calor, o ar incorporado nas claras se expande e faz o bolo crescer.

É uma massa mais firme e maleável, pois isso é muito usada em grandes bolos, que levam camadas e mais camadas de recheios pesados e decorações.

Genóise

Parecida com o Pão de Ló, existe a Génoise, a preparação é bem parecida, porém, feita a partir de ovos inteiros batidos com açúcar em banho-maria, em temperatura entre 55-60 graus C, com adição de pequena quantidade de manteiga derretida e fria somente no final da preparação.

Ela também ideal para bolos recheados, umedecidos com caldas e decorados com qualquer tipo de cobertura.

Massa Amanteigada

A Massa Amanteigada, os bolos feitos com essas massas tem gosto de bolo de mãe. Sua receita básica leva, Ovos, Farinha, Açúcar, Manteiga e Fermento e um liquido, que pode ser suco, leite entre outros.

Essa é uma massa mais leve e fofinha, pode ser recheada e esculpida, porém não aguenta muito peso, mas pode ser prensada sem perder em nada no sabor e na qualidade.

Chiffon

A massa Chiffon, que é exatamente igual a massa amanteigada, porém, no lugar da manteiga, usamos algum tipo de óleo, que deixa o bolo muito úmido.

Fazer bolos com essa massa permite que eles fiquem sob refrigeração por mais tempo sem ressecar, justamente devido a quantidade de óleo na receita, que em baixa temperatura, ainda continua liquido, diferente da manteiga que se solidifica.

Para que ele não fique tão pesado, o ideal é separar as claras dos ovos e adiciona-las batidas ao final do processo.

Tem aqueles bolos que estamos acostumados a ver em festas de aniversário, casamentos e comemorações e geral.  Que em geral enchem nossos olhos, e que tal conhecermos alguns desses bolos?

Bolos mais comuns

Nós temos os bolos comuns mas não menos bonitos ou gostosos, em geral são cobertos com glassê, chantily, caldas, chocolates, frutas….

Naked cake

Temos os famosos Naked cake que tem aquela cara rústica e interessante, é basicamente um bolo recheado, do tipo de festa (na maioria das vezes recheado de frutas, que dá um aspecto ainda mais interessante para ele, e um sabor fresco e super diferenciado) sem a cobertura, sem pasta americana ou chantilly.

Daí o nome, que literalmente significa bolo pelado.

Pasta americana

A pasta americana ainda é muito usada nos bolos de festas.  A pasta americana hoje é bastante conhecida.

Fácil e prática para trabalhos elaborados, ricos em detalhes e de mil possibilidades, veio para substituir o antigo glacê tão delicioso dos bolos feitos por nossas avós.

Hoje com a preocupação crescente com a saúde,  o antigo glacê, foi sendo substituído pela pasta americana, glacê mármore e outros.

Bolo arco-íris

E para terminar em grande estilo um bolo que é hit em festas infantis e adolescentes e que saí lindo demais na foto: o bolo arco-íris.

E aí, qual o tipo de bolo predileto de vocês?  Ou são como eu que sendo bolo qualquer um serve? 🙂

Tags: , , , , , ,

outubro 20, 2014

Veja dicas para economizar sem arruinar sua festa

Postado por Erica

Bom dia, Mulherzinhas!
Final de ano chegando e dezembro virou o novo maio para casamentos.  Então, dicas para economizar na festa nunca são demais.

Você sonha em casar de véu e grinalda, mas o orçamento está apertado? Planeja fazer itens para o grande dia, ao melhor estilo faça você mesma? De acordo com a cerimonialista e decoradora de eventos Flávia Cavaliere, da Cerimoniale, “uma noiva prendada pode e deve participar dos preparativos. Os talentos em sua volta também devem fazer parte desse momento. Mãe, sogra, madrinhas, amigas formam um mutirão delicioso e muito válido”. Antes de colocar a mão na massa, confira outras dicas da expert para economizar com classe:

Converse!

Você teve uma ideia brilhante para gastar pouco – ou quase nada – com os porta-guardanapos? Sua amiga quer bordar o monograma dos noivos nas almofadas do lounge? Antes de aceitar favores ou transformar a própria casa em um atelier de artesanato, converse com o cerimonial responsável pelo evento. “A afinação entre as ideias do casal e o profissional escolhido para organizar o evento garante o resultado harmonioso. Se a noiva tem o desejo de executar determinadas tarefas durante o casamento, deve expressar sua vontade, dizer o que e como deseja, até que cheguem a uma decisão que combine com o layout proposto ” diz a cerimonialista. Dessa forma você não corre o risco de ter itens em cores ou formas que destoam do que está sendo preparado pelo profissional.

Comida é coisa de bufê

A gastronomia de um evento não pode ser apenas deliciosa. Os pratos precisam estar prontos dentro do prazo, é preciso logística de transporte e, ainda, garantir um local seguro para estocar e conservar – você não vai querer que seus convidados passem mal porque comeram comida estragada no seu casamento. Isso significa que o bufê deve ser preparado por profissionais, mas há formas de economizar: “Entre gastar a mesma quantia com um jantar completo, oferecido por bufê menos qualificado, ou escolher um coquetel com porções volante em uma empresa experiente e de boa reputação, fique com a segunda opção. Neste caso, menos será mais”, orienta Flávia Cavaliere. E se alguém se oferecer para preparar a comida? “Mães e sogras estão proibidas de ajudar. Ficarão exaustas para a festa porque passarão a véspera dentro da cozinha trabalhando horrores. Doces e bem-casados só devem ser feitos por amigos e familiares se estes forem profissionais no assunto”, sentencia a organizadora de eventos.

Saiba dizer não

Se você realmente não quer arriscar colocando algum familiar ou amigo para fazer itens que não dominam, simplesmente, diga não. Mas diga com jeitinho. “Basta responder que todos os itens estão inclusos em um pacote que já fazia parte dos serviços contratados no local do casamento, bufê ou cerimonial. Essa resposta cai bem e, na maioria das vezes, representa a realidade”, recomenda Flávia Cavaliere. Mas a sua avó faz questão de testar uma receita de bem-casados para o seu casamento? Para não deixa-la triste, a cerimonialista recomenda oferecer outra ocasião para receber o presente, como o chá de panela, evento mais informal e sem chance de erro.

Seja econômica e esperta

De acordo com Flávia Cavaliere, noivos com orçamento apertado podem começar a economizar já na busca pelo local da festa. “Escolha um salão simpático, daqueles que são agradáveis mesmo quando estão vazios. Assim não será preciso investir muito na produção. Para humanizar o ambiente, valorize o uso de plantas bonitas e boa iluminação. Troque os arranjos pobres e cheios de mato por ideais criativas e visualmente impactantes, como flores em jarros”, diz Flávia. Gastar rios de dinheiro não é, necessariamente, garantia de uma festa de arromba. “Já vi noivas que gastaram fortunas, mas estavam muito tensas e não conseguiram curtir, enquanto outras, que investiram bem menos, estavam lá de corpo e alma, aproveitando cada segundo”, explica Flávia Cavaliere.

Curta o seu grande dia

Se você não puder ter o melhor de tudo, ok. Não vá sofrer por causa disso. Economize no que for possível e invista em itens importantes, como comida, bebida, fotografia e decoração. Também é importante saber delegar funções, mesmo que você tenha total domínio sobre determinado assunto. “Uma noiva florista saberá exatamente o que pedir a um profissional do ramo, mas não poderá fazer os arranjos da festa porque não terá disponibilidade para passar a manhã sujando unhas e mãos com o material. Um noivo que é DJ não pode passar a festa toda comandando o som e deixar a noiva de lado, mas dará uma palhinha para esquentar a pista de dança. Se a noiva é maquiadora e não abre mão de fazer a própria maquiagem, pode ser difícil delegar essa tarefa a outra pessoa, já que ela cabe no cronograma do casamento. O importante é avaliar se este autosserviço vale a pena”, finaliza a cerimonialista.

Tags: , ,

julho 24, 2014

Dicas para sua festa – quantidades

Postado por Erica

Bom dia, Mulherzinha!

 

Vai organizar uma festinha e não tem a mínima ideia das quantidades de comidas e bebidas.  Preparei umas dicas que podem ajudar:

Para uma festinha o ideal é ter salgados, lanchinhos tipo hot dog ou carne louca, pipoca, doces e bolo.  Também poderá complementar no início com canapés, patês, pães de queijo e no final com uma mesa com cafezinho e petitfours.

Dica 1:
10/12 salgados por pessoa (conte as crianças também)
5 /6 docinhos por pessoas (conte as crianças também)
1 quilo de bolo para cada 10 pessoas .
2/3 lanchinhos por pessoa

Dica 2: BEBIDAS
5 latinhas de cerveja por pessoa (conte mesmo quem não toma, pois alguns tomarão por estas pessoas)
800 ml a 1 litro de refrigerante por pessoa . (1 litro= 5 copinhos de 200 ml)

Dica 3: COPINHOS
5 por pessoa
Para refrigerante poderá ser de 200 ml,ou até de 300 ml, ao fazer a conta compre uns 100 a mais. Para cerveja em lata ,compre apenas alguns de 300 ml, geralmente as pessoas tomam na latinha.

Dica 4: PRATINHOS
É o número de convidados e uns 20 a mais.

Dica 5: GARFINHOS
É o número de convidados e uns 20 a mais.

Dica 6: GUARDANAPOS
15 unidades por pessoa.

Dica 7: VELINHA
Poderá ser a do tema ou mesmo a de nº, se possível compre 1 velinha a mais de reserva, mesmo que seja uma mais simples.

Dica 8: CHAPEUZINHOS
Ninguém gosta muito e não são tão baratinhos, mas ficará a seu gosto, compre apenas para o número de crianças.

Dica 9: BALÕES
No mínimo compre uns 300 balões, se for fazer 01 arco de balões usará 200 /250 unidades que poderá ser o n. 7 ou n. 9 , com o restante poderá fazer uns gominhos e espalhar pelo local.

Dica 10: SERVIÇO
50 até 90 pessoas= 1 pessoa na cozinha e 2 servindo
100 a 150 pessoas= 1 ou 2 pessoas na cozinha e 3 servindo
200 a 250 pessoas = 2 pessoas na cozinha e 3 a 4 servindo

Tags: , , ,