Responsive image

maio 17, 2016

Saga – A Maldição do Tigre

Postado por Erica

Bom dia, Mulherzinhas!
Que tal mais uma resenha de uma super saga?
Cuidado, contém spoiler rsrs
Saga: A maldição do tigre
Livros: A Maldição do Tigre / O Resgate do Tigre / A Viagem do Tigre / O Destino do Tigre
Editora: Arqueiro
Autor: Colleen Houck
Como são 4 livros, falarei deles separadamente e no final darei minha opinião geral.
Livro: A maldição do tigre
Páginas: 311
Ano: 2011
Tudo começa quando Kelsey vai trabalhar em um circo e conhece um tigre branco de olhos azuis.  Imediatamente ela sente uma conexão incrível com o animal e vice-versa.  O que ela não sabe é que esse tigre na verdade é um príncipe que está sob a maldição de um terrível mago.
Kelsey, que tem uma vida normal como qualquer adolescente na sua idade, verá tudo se transformar quando aceita viajar com sr. Kadam para a Índia.  Durante a viagem Ren se mostra como homem e Kelsey percebe um sentimento muito maior pelo homem tigre.
Nesse primeiro livro eles vão em busca de uma maneira para libertar Ren dessa maldição, mas nem tudo é fácil, então eles precisarão decifrar vários enigmas que os levarão a lugares exóticos e cheios de perigos.
Livro: O resgate do tigre

Páginas: 432
Ano: 2012

No segundo livro, Kelsey se afasta de Ren e se aproxima do segundo príncipe, o tigre negro também conhecido como Kishan.  É aqui também que ela se aventura em outros encontros amorosos, mas nenhum deles chegou aos pés do tigre branco e era inevitável a comparação.
Em busca da segunda parte da profecia que promete quebrar a maldição dos irmãos, eles enfrentam animais mitológicos e muita aventura. E ainda preciso acrescer aqui o resgate de Ren das mãos de Lokesh.
Novamente o cenário é incrível e o leitor é simplesmente transportado para dentro dele.

 

Livro: A viagem do tigre

Páginas: 496
Ano: 2012
No terceiro livro da série a busca pela quebra da maldição continua e a vida de Ren e Kishan, Kelsey e sr. Kadam se resumi a muitas pesquisas e estudos para conseguirem decifrar todos enigmas e todas as profecias.
(Spoiler) Aqui eles enfrentarão dragões em seus reinos e precisarão ultrapassar obstáculos assustadores.
O triângulo amoroso fica mais forte a os conflitos também se intensificam, no começo é divertido mas depois fica um tanto chato e cansativo rs mas a temática desse livro o torna muito interessante e é um contrapeso a esse triângulo entre Kelsey, Ren e Kishan.
O mais legal porém, é que o segundo livro termina de forma inesperada e mega dramático então a vontade de começar a ler o próximo é imensa!
Livro: A maldição do tigre
Páginas: 400
Ano: 2013
O último livro da saga é o mais surpreendente.  Tudo que o leitor imaginou até aqui (ou quase tudo) caí por terra.  Aqui também, começamos a entender muitos pontos que ficaram obscuros durante os 3 outros livros.
A aventura se intensifica e temos uma aula de geografia e cultura Indiana.
Kelsey passará por provações enormes, e sim, ainda teremos muitas lamúrias e descontentamentos da personagem.  Conheceremos como surgiu a história da deusa Durga e qual a participação dos nossos personagens em toda essa “saga”.  Lokesh reaparece mais poderoso que nunca, e dará trabalho para ser derrotado, porém o destino de todos eles depende dessa derrota.
A mitologia é muito forte e se prestarmos atenção nos detalhes teremos um aula incrível que nunca mais esqueceremos.
O que eu achei: Para começar, é bom frisar que foi o primeiro livro adolescente (a primeira saga) que eu li e não encontrei erros de português aparentes.  Então, parabéns a editora Arqueiro.
Para continuar, li a saga inteira (os 4 livros) em uma semana, sendo que os dois primeiros levei uma madrugada para cada.  A história é contagiante principalmente pelos elementos da cultura e mitologia hindu, elementos esses que ainda não tinha visto em nenhum livro voltado para esse público.  Aliás, esse é um dos pontos fortes do livro, a autora explorou super bem esses elementos tornando a história única e fascinante.
O livro tem vários detalhes, porém nada demasiado e cansativo que te faça querer parar a leitura.  Os detalhes ajudam a visualizar a história, principalmente para quem não está habituado a esse tipo de cultura.
Confesso que várias vezes em que a autora descreveu os cenários parei para visualizá-los pois nos passa uma beleza incrível, e muitas dessas vezes me sentia parte da história (como expectadora rsrs).
Mas como nem tudo é perfeito em vários momentos quis matar a personagem principal Kelsey, novamente aqui aquela velha história em que a “superhipermegapower” adolescente tem quase super poderes para tomar as decisões mais acertadas do mundo e resolver todos os super problemas, com exceção dos amorosos.  Esse, aliás, foi um segundo ponto que me deixou com muita raiva de Kelsey, a grandessíssima indecisão amorosa.  Várias vezes me peguei pensando como pode uma garota tão decidida na hora de enfrentar os vilões e tão indecisa no amor?
Mas…Kishan salva a dupla amorosa que a partir do segundo/terceiro livro começa a ficar sem graça rsrs  logo, vira um triângulo amoroso rsrs
Em resumo:
  • Super indico a leitura;
  • Leria novamente os 4 livros;
  • As artes das capas são simplesmente incríveis;
  • Não concordei com o final da saga (acho que pq me simpatizei com Kishan rsrs);
  • Adorei os elementos da cultura/mitologia hindu;
  • O cenário que a autora conseguiu montar é tudo no livro e faz toda a diferença na história;
  • Achei Kelsey mimada, orgulhosa e com muitos “conflitos não resolvidos”, por outro lado, ela tomava decisões extremamente sábias no decorrer da drama para salvar os príncipes;
  • Adorei como Kishan cresce no decorrer da saga e como Ren mostra todos os lados que não imaginávamos que existisse;
  • E por fim, a autora teve muita sabedoria com o enredo, a forma como ela conduziu cada livro e cada continuação foi perfeita.

Tags: , , , , , , , ,

63 Comentários

Deixe o seu Comentário aqui!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *