terça-feira, 17 de maio de 2016

Saga - A Maldição do Tigre

Bom dia, Mulherzinhas!

Que tal mais uma resenha de uma super saga? 
Cuidado, contém spoiler rsrs
Saga: A maldição do tigre
Livros: A Maldição do Tigre / O Resgate do Tigre / A Viagem do Tigre / O Destino do Tigre
Editora: Arqueiro
Autor: Colleen Houck

Como são 4 livros, falarei deles separadamente e no final darei minha opinião geral.
Livro: A maldição do tigre
Páginas: 311
Ano: 2011 

Tudo começa quando Kelsey vai trabalhar em um circo e conhece um tigre branco de olhos azuis.  Imediatamente ela sente uma conexão incrível com o animal e vice-versa.  O que ela não sabe é que esse tigre na verdade é um príncipe que está sob a maldição de um terrível mago.
Kelsey, que tem uma vida normal como qualquer adolescente na sua idade, verá tudo se transformar quando aceita viajar com sr. Kadam para a Índia.  Durante a viagem Ren se mostra como homem e Kelsey percebe um sentimento muito maior pelo homem tigre.
Nesse primeiro livro eles vão em busca de uma maneira para libertar Ren dessa maldição, mas nem tudo é fácil, então eles precisarão decifrar vários enigmas que os levarão a lugares exóticos e cheios de perigos.

Livro: O resgate do tigre
Páginas: 432
Ano: 2012

No segundo livro, Kelsey se afasta de Ren e se aproxima do segundo príncipe, o tigre negro também conhecido como Kishan.  É aqui também que ela se aventura em outros encontros amorosos, mas nenhum deles chegou aos pés do tigre branco e era inevitável a comparação.
Em busca da segunda parte da profecia que promete quebrar a maldição dos irmãos, eles enfrentam animais mitológicos e muita aventura. E ainda preciso acrescer aqui o resgate de Ren das mãos de Lokesh.
Novamente o cenário é incrível e o leitor é simplesmente transportado para dentro dele.

Livro: A viagem do tigre
Páginas: 496
Ano: 2012

No terceiro livro da série a busca pela quebra da maldição continua e a vida de Ren e Kishan, Kelsey e sr. Kadam se resumi a muitas pesquisas e estudos para conseguirem decifrar todos enigmas e todas as profecias.
(Spoiler) Aqui eles enfrentarão dragões em seus reinos e precisarão ultrapassar obstáculos assustadores.
O triângulo amoroso fica mais forte a os conflitos também se intensificam, no começo é divertido mas depois fica um tanto chato e cansativo rs mas a temática desse livro o torna muito interessante e é um contrapeso a esse triângulo entre Kelsey, Ren e Kishan.
O mais legal porém, é que o segundo livro termina de forma inesperada e mega dramático então a vontade de começar a ler o próximo é imensa!

Livro: A maldição do tigre
Páginas: 400
Ano: 2013

O último livro da saga é o mais surpreendente.  Tudo que o leitor imaginou até aqui (ou quase tudo) caí por terra.  Aqui também, começamos a entender muitos pontos que ficaram obscuros durante os 3 outros livros. 
A aventura se intensifica e temos uma aula de geografia e cultura Indiana.
Kelsey passará por provações enormes, e sim, ainda teremos muitas lamúrias e descontentamentos da personagem.  Conheceremos como surgiu a história da deusa Durga e qual a participação dos nossos personagens em toda essa "saga".  Lokesh reaparece mais poderoso que nunca, e dará trabalho para ser derrotado, porém o destino de todos eles depende dessa derrota.
A mitologia é muito forte e se prestarmos atenção nos detalhes teremos um aula incrível que nunca mais esqueceremos.




O que eu achei: Para começar, é bom frisar que foi o primeiro livro adolescente (a primeira saga) que eu li e não encontrei erros de português aparentes.  Então, parabéns a editora Arqueiro.
Para continuar, li a saga inteira (os 4 livros) em uma semana, sendo que os dois primeiros levei uma madrugada para cada.  A história é contagiante principalmente pelos elementos da cultura e mitologia hindu, elementos esses que ainda não tinha visto em nenhum livro voltado para esse público.  Aliás, esse é um dos pontos fortes do livro, a autora explorou super bem esses elementos tornando a história única e fascinante.
O livro tem vários detalhes, porém nada demasiado e cansativo que te faça querer parar a leitura.  Os detalhes ajudam a visualizar a história, principalmente para quem não está habituado a esse tipo de cultura.
Confesso que várias vezes em que a autora descreveu os cenários parei para visualizá-los pois nos passa uma beleza incrível, e muitas dessas vezes me sentia parte da história (como expectadora rsrs).
Mas como nem tudo é perfeito em vários momentos quis matar a personagem principal Kelsey, novamente aqui aquela velha história em que a "superhipermegapower" adolescente tem quase super poderes para tomar as decisões mais acertadas do mundo e resolver todos os super problemas, com exceção dos amorosos.  Esse, aliás, foi um segundo ponto que me deixou com muita raiva de Kelsey, a grandessíssima indecisão amorosa.  Várias vezes me peguei pensando como pode uma garota tão decidida na hora de enfrentar os vilões e tão indecisa no amor?
Mas...Kishan salva a dupla amorosa que a partir do segundo/terceiro livro começa a ficar sem graça rsrs  logo, vira um triângulo amoroso rsrs

Em resumo:
  • Super indico a leitura;
  • Leria novamente os 4 livros;
  • As artes das capas são simplesmente incríveis;
  • Não concordei com o final da saga (acho que pq me simpatizei com Kishan rsrs);
  • Adorei os elementos da cultura/mitologia hindu;
  • O cenário que a autora conseguiu montar é tudo no livro e faz toda a diferença na história;
  • Achei Kelsey mimada, orgulhosa e com muitos "conflitos não resolvidos", por outro lado, ela tomava decisões extremamente sábias no decorrer da drama para salvar os príncipes;
  • Adorei como Kishan cresce no decorrer da saga e como Ren mostra todos os lados que não imaginávamos que existisse;
  • E por fim, a autora teve muita sabedoria com o enredo, a forma como ela conduziu cada livro e cada continuação foi perfeita.

terça-feira, 10 de maio de 2016

Trilogia - O Teste

Bom dia, Mulherzinhas!!


E que tal uma resenha de livro para aquecer esse começo de semana??

E o escolhido de hoje é a trilogia O Teste!
Livros: O Teste / Estudo Independente / A Formatura - todos com 320 páginas cada.
Editora: Única
Autor: Joelle Charbonneau


O que eu achei: Para começar a trilogia "O Teste" é uma distopia, ou seja, uma crítica social, a falsa sensação de segurança, a esperança por um futuro melhor, a descoberta da opressão do governo totalitário, esse tipo de coisa.  Tem uma escrita mais informal, porém, por ser uma trilogia voltada para o público adolescente achei cansativo por ter detalhes demais em algumas partes, várias vezes pulei uns pedaços para não deixar o livro de lado.
No primeiro livro "O Teste - Seu tempo está acabando..." é quando tudo começa, Cia (personagem principal) é escolhida para participar do teste, que nada mais é do que um "vestibular" para entrar na faculdade. 
O pai de Cia, que já passou pelo teste, avisa que esse não é um teste comum e que para todos os efeitos ela não deve confiar em ninguém, mesmo os outros da mesma colônia que foram escolhidos também.
O teste é uma avaliação física e mental de todos os participantes, onde se chega ao extremo, e quando digo extremo significa matar para ser aprovado.  Cada prova, cada conversa, cada passo...tudo é monitorado e avaliado, e muitos são "redirecionados"  o que não é nada bom.  Cia e seus amigos descobrirão isso na marra.
A última prova do teste é passar por uma área selvagem e cheia de armadilhas, onde quem sobreviver finalmente ingressará na tão sonhada faculdade.  Mas Cia ainda enfrentará muitas mortes e ciladas.
Em "Estudo Independente", segundo livro da trilogia,  Cia já está aprovada e ingressa na faculdade, porém ela e os outros alunos não se lembram de nada do que passaram nas provas do teste, todas as mortes, traições e fases foram simplesmente apagadas...mas pq?  Qual o interesse dos organizadores e da presidente que os alunos não se lembrem de nada?
No decorrer do livro, Cia e seus amigos começam a descobrir o real motivo do teste e o pq dele ser tão sangrento.  Devido a "grande esperteza" de Malencia (Cia), ela é convidada a estagiar em Estudos Governamentais, que nada mais é do que o governo de Tosu City, o que ela nem desconfia é que ali a competição é muito mais ferrenha e será exigido dela muito mais de inteligência, será um estágio de vida e muitas mortes.
Esse foi o livro mais complicado e cansativo de terminar, pulei algumas partes e precisei parar várias vezes para não desistir de vez.  Acho que a autora podia eliminar no mínimo umas 100 páginas só de detalhes sem importância (minha opinião).
"A Formatura" é o último livro da trilogia.  
Cia percebe que o fato de trabalhar direto com a presidente Collindar a torna o alvo preferido dos estudantes, de vários professores e também dos rebeldes.
É nesse livro que descobrimos o pq de todos os horrores no "teste" e onde Cia e seus amigos se juntam para derrubá-lo.  Não será fácil, ela fará escolhas que a acompanharam para o resto da vida.
Confesso que o final me surpreendeu, não esperava toda essa reviravolta, sabe aquela história que o vilão não é tão vilão assim e o mocinho também não é a perfeição em pessoa?  Pois é, isso acontece aqui.
Com toda a crítica internacional e também nacional comecei a ler com uma expectativa gigante e me decepcionei em alguns pontos:

  • Que guerra é essa que o livro tanto fala?
  • Encontrei vários erros de concordância, por ser um livro para adolescente esse tipo de coisa não pode acontecer (onde está a revisão?).
  • Cia tem uma capacidade psicológica, mental e física que eu nunca vi em uma pessoa de 17 anos.  Acho que a autora exagerou um pouco na perfeição da personagem.
  • Achei que em algumas partes, principalmente no livro 2, houve muita "enrolação" na história.  O livro em geral não é nada objetivo.
  • Foi impossível não comparar a trilogia "O Teste" com "Jogos Vorazes", o enredo é muito parecido.
  • Senti falta de um final para os personagens secundários, a impressão que tive é que eles foram simplesmente esquecidos.
Resumo:
  • Não, eu não leria novamente nenhum dos três livros;
  • Sim, eu indico a leitura da trilogia, mas já aviso: Tenha paciência, tanto com os detalhes como com Cia (que as vezes dá vontade de entrar no livro e dar uma surra na bendita rsrs);
  • Sim, acho que vale um filme, seria interessante.
  • Não, não está entre os melhores livros que li.
  • Não, não é um livro extremamente adolescente, até pq fala muito de política e jogos políticos, logo trabalha um pouco a mente.
  • Minha nota de 0 a 10....6 por ser cansativo em várias partes.
  • Gostei de como eles colocam a figura do líder, é mostrado os dois lados: confiar ou não confiar...questionar ou seguir.
Ficou curioso com algum detalhe?  Quer discutir algum ponto que achaste interessante? Já leste os livros?  Sentiu falta de alguma informação?
Escreva tudo nos comentários!  Teremos o maior prazer em respondê-los!

terça-feira, 3 de maio de 2016

Ikesaki - Hair Brasil

Bom dia, Mulherzinhas!

Estive no stand da Ikesaki na Hair Brasil e fiquei muito empolgada com a variedade de produtos que encontrei, inclusive lançamentos de várias marcas!
Para quem gosta de esmaltes, a Ikesaki tem uma infinidade de marcas e cores todas ao alcance das suas mãos ou a um clique pela net :)  E ainda, alicates, cremes, acessórios, descartáveis e produtos de tratamento para suas mãos e unhas!
Se você acha que pára por ai está muito enganado!
A Ikesaki pode te atender em qualquer tipo de produto que você imaginar, tanto para uso pessoal como para sua loja ou salão.  E para provar, recebi um super presskit que posteriormente farei resenha de todos os produtos, mas já posso adiantar que amei cada um deles!
Vamos começar pela versão para viagem do kit da Aspas Cosméticos com itens essenciais de beleza e cuidados pessoais que cabem na sua bolsa e vão com você para onde você for.
Esta embalagem contém: 
- Fixador de maquiagem – 50ml / 23g 
- Mousse removedor de maquiagem – 50ml / 46g 
- Fixador de penteado – 50ml / 32g 
- Shampoo a seco – 50ml / 23g 
- Mousse para depilação por lâmina – 50ml / 48g 
No site da Ikesaki você pode achar a sugestão de uso de cada um dos produtos e fique atenta pq nós do Mulherzinhas S/A faremos resenha de todos eles!  Mas já posso adiantar que me apaixonei por dois deles, o Mousse Removedor de Maquiagem e o Mousse para Depilação :)
O próximo kit que falarei é o da Inoar com shampoo e Condicionar da linha Doctor.
Inoar Doctor Multifuncional é para todos os tipos de cabelo. Limpa de forma suave sem agredir a fibra capilar ou causar ressecamento do couro cabeludo.
Com Extrato de Alecrim, Vitamina E e Vitamina B5 . Sem corantes, sem parabenos, sem silicones.
Resultado: Hidratação, nutrição e reparação feita em casa.
Devo acrescentar que a embalagem é super fofa, bem diferente dos produtos que eu costumava ver nas prateleiras das perfumarias.
Agora, falando de boca, veio um batom maravilhoso da Océane com esse formato de lápis que super facilita o uso.  

O Lip Crayon Océane, nutre e protege os lábios, tem longa duração, fácil aplicação e efeito incrível.  Pode ser apontado quando necessário e tem boa durabilidade.  Quanto ao preço, é um pouco maior que os modelos tradicionais, em média R$ 30,00 mas vale super a pena não só pela durabilidade como pela hidratação dos lábios.
E para finalizar, vieram dois esmaltes maravilhosos de duas marcas que amo: Impala e Studio 35. Ambos marcas já estabelecidas na mercado e que a mulherada adora de paixão!

Quer mais?  Ficou curiosa com todos os produtos que a Ikesaki oferece?  Acesse o site e seja feliz!

E não se esqueça, faremos resenha de todos os produtos apresentados aqui com detalhes de resultados :)

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Dove True Tone

Bom dia, Mulherzinhas!

Antes de começar o post, preciso dividir minha revolta com vocês, procurei resenha do Dove True Tone com fotos de antes e depois por uns dois meses, e não achei nada!!!! Gente, se quer fazer resenha desse tipo de produto fique atenta que nós leitoras queremos ver os resultados.  Não adianta falar que o produto é legal e bom se não tem como provar...
Mas, deixando isso de lado, resolvi comprar o produto e eu mesma fazer o bendito do teste para saber se funciona.
Produto: True Tone
Marca: Dove
Valor médio: R$ 39,90  (Mercado Livre)
Durabilidade: Dois meses.

Quantidade: 30ml
O que a empresa diz sobre o produto: 
Após 10 anos de pesquisa, apresentamos nosso primeiro tratamento especialmente desenvolvido para clareamento das axilas. Com hidratantes avançados e nosso exclusivo True Tone Complex, ele ajuda sua pele a reduzir a produção de melanina e hidrata a pele das axilas durante a noite, quando ela está se recuperando mais ativamente e mais receptiva ao tratamento cosmético.  Veja a diferença em apenas 7 noites.
Resultados, segundo a empresa: 
  • A partir de 7 noites - a pele começará a mostrar uma redução na intensidade do escurecimento da pele.
  • Após 10 noites, tanto o tamanho, quanto a intensidade do escurecimento das axilas começarão a diminuir.
  • Após 21 noites - deverá notar uma diferença visível, a coloração começará a desaparecer.


O que eu achei do produto: Vamos lá, a primeira observação: é extremamente difícil de achar esse produto, seja em lojas físicas ou virtuais.  Eu consegui comprar no Mercado Livre e a entrega foi super rápida.
A embalagem tem somente 30ml, achei pequeno para um tratamento completo + manutenção.  A consistência é cremosa mais durinha e espalha super bem na pele.  Gostei bastante que seca rápido.
O fato de usar durante a noite também é um ponto positivo, afinal dormir e ainda clarear as axilas seria perfeito.
Agora vamos aos resultados: 
  • O creme hidrata bastante, consegui sentir a pele bem macia logo na primeira aplicação;
  • Não percebi manchas na roupa;
  • Achei que teve boa durabilidade pelo tamanho do frasco, 2 meses usando todas as noites;
  • Quem depila com lâmina precisa ficar atento e não usar o produto no dia da depilação porque a pele fica muito irritada e as vezes até com pequenos cortes;
  • A pele não clareia como a marca promete, pelo menos não no meu caso. Estou usando desde 18 de fevereiro e a pele ainda está escura (conforme foto abaixo).  Já clareou, já consigo ver diferença na tonalidade da pele mas não na rapidez com que a marca promete.  Nas duas primeiras fotos a mancha é mais intensa, nas duas de baixo a mancha começa a se dissipar do centro para as bordas.
  • O fato de usar lâmina atrapalha nos resultados, já que esse processo escurece as axilas, então em termos práticos a pele clareia dois tons e quando uso lâmina escurece um, logo o processo é mais lento mesmo.
  • No primeiro mês os resultados são mais visíveis, mas passando esse período o clareamento torna-se mais lento e menos visível.  A impressão que tenho é que não vai clarear mais que isso porém o uso contínuo não deixa escurecer.

Continuo usando para manutenção e indico o produto sim!  Embora eu não tenha ficado com as axilas branquinhas, clarinhas e sem manchas o visual melhorou bastante então acho que vale super a pena.  Detalhe: já fiz tratamento com outros produtos, como a hidroquinona, bepantol, argila e não tive resultado algum, por isso indico o Dove, mesmo não apresentando os resultados prometidos pela marca.
Agora, se você já usou esse produto ou algum outro que tenha trazido resultados satisfatórios, compartilhe conosco!

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Hello Blythe!

Bom dia, Mulherzinhas!

Como algumas pessoas já sabem, sou apaixonada por cards! Não importa o assunto, coleciono mesmo desde criança e hoje com 34 anos continuo a guardá-los.
E hoje mostrarei para vocês a edição de 30 post cards da Hello Blythe!
Para quem não sabe, a Blythe é uma boneca e foram lançadas em 1972, pela empresa americana Kenner. Mas elas eram bonecas a frente do seu tempo e não fizeram o sucesso esperado, em menos de um ano sumiram das prateleiras. Durante alguns anos, as Blythes eram apenas conhecidas por alguns colecionadores de bonecas.
Ao mesmo tempo em que foi lançada nos Estados Unidos, a Blythe também foi comercializada no Japão com o nome “Mahou no Hitomi AiAi Chan”, que significa “Os olhos de Magia AiAi Chan” licenciada pela Tomy Corp Brinquedos. A boneca era basicamente a mesma, com pequenas mudanças como pálpebras mais brilhantes e cabelos mais macios. AiAi Chan é extremamente difícil encontrar nos dias de hoje e são incrivelmente caras.
Em 1997, produtora de TV e video Gina Garan conheceu as Blythes através de uma amiga que lhe mostrou a boneca no eBay por achar que se parecia com ela. Com uma câmera antiga e sem conhecimento nenhum em fotografia, ela passou a fotografar a boneca em suas viagens e em 2000 lançou o livro com essas fotos, o This Is Blythe.
Em 2001 a primeira das Neo Blythes foi produzida pela CWC e fabricada pela japonesa Takara jutamente com a exposição das fotos de Gina Garan. O modelo Parco Limited Edition (1000 bonecas), esgotou em menos de uma hora. No mesmo ano ainda foram lançados mais 5 modelos.

A Blythe é uma boneca com muita personalidade. Na verdade, a coleção Blythe apresenta vários estilos de bonecas, inclusive os modelos customizados pelas próprias colecionadoras.  Hoje em dia, existem modelos extremamente raros que somente colecionadores tem acesso.
Depois de muitos anos de história, a Blythe finalmente se tornou um sucesso mundial. Atualmente, a boneca tem roupas customizadas, várias fãs e vale muito dinheiro. Muitas mulheres apostam nas Blythes como objetos de decoração. Elas definitivamente se tornaram o sonho de consumo de muitas pessoas.






E para quem não tem grana, como eu, para comprar uma boneca de R$ 500,00 investimos em outros formatos como livros e cards.  Alguns deles tão raros quanto as bonecas.